Arquivo do autor:Pé nas nuvens...

Sobre Pé nas nuvens...

Resolvi criar este espaço para dividirmos a minha essência e a minha grande paixão: VIAJAR! Não é exagero quando digo que as minhas grandes viagens nunca saíram das minhas pesquisas na internet, dos programas de turismo que assisto e de todas as anotações que faço para quando a hora chegar eu já estar com tudo pensado e só precisar de meia dúzia de roupas, um passaporte e um cartão de crédito! Passo horas pesquisando, vendo fotos, compilando dicas... Se alguém comenta alguma coisa sobre um destino que não conheço, anoto o nome no celular e chegando em casa lá vou eu embarcar em uma grande aventura dentro do meu quarto. Pode parecer até loucura, mas tenho roteiros e dicas prontas de vários lugares que ainda não tenho a menor previsão de conhecer. Coleciono guias e revistas de viagem... Vivo fazendo planos para mim e para aqueles que me pedem, pois sabem que meus olhinhos brilham quando o assunto é fazer uma malinha e me mandar! Aliás, não me convidem para ir a qualquer lugar por educação e não me mandem ir nem à merda, que eu junto meus trapinhos e vou! rs Viagens nacionais ou internacionais, de carro, de onibus ou de avião, com muita grana ou quase sem nenhuma, de albergues a hoteis 5 estrelas... A idéia aqui é dividir qualquer experiência que teha feito a gente experimentar aquela sensação de liberdade que é colocar o pé na estrada... ou nas nuvens!

A Dica agora é Miami, bitch!

Padrão

Imagea

Pra começo de conversa: Eu sou apaixonada por Miami Beach!

Durante as férias da faculdade por dois anos seguidos morei 3 meses em South Beach. Um luxo, uma vida de sonhos… Uma tia querida morava pertinho da praia e tinha uma loja badaladéééééérrima entre o público gay da cidade na Washington Ave, uma das principais da cidade e a duas quadras da Ocean Drive. Era meu paraíso!

Um tempinho atrás um amigo me pediu dicas, pois estava indo para lá com três sobrinhas que tinham entre 15 e 20 anos. Portanto essa é uma compilação de dicas sem muito compromisso com a forma, com a escrita e acentos! Não reparem, please! ;-)

Algumas dicas iniciais de sobrevivência:

Quem não tem Nextel, skype ou Voip anota esse numero aí:

Para ligar de Miami a cobrar para o Brasil, via Embratel, ligue para: 0800-344-1055 / 0800-344-1055 / 0800-283-1055

No aeroporto, tenha cuidado ao assinar o contrato de locação de carro. O contrato pode estar cheio de armadilhas com opções a serem marcadas com ACEITO E NÃO ACEITO ou algo do tipo. Leia sempre as letrinhas miúdas e assegure-se que o carro tem GPS e cobertura total. Miami esta cheio de gente mal intensionada com os turistas e é melhor ter cuidado com espertinhos!

No shopping coloquem tudo que compraram na mala do carro. É comum ver arrombamento de carro para furtar o que ficou dentro, então cuidem para não deixar maquinas, óculos escuros, nada disso… A cidade é segura, mas e melhor não dar bobeira com essas coisas pequenas e lembrem-se sempre que estamos falando de um país em crise!

Tenham sempre moeda no carro, desde o aeroporto, pois alguns pedágios só podem ser pagos com moedas e não tem gente no guichê para dar troco!

Dirigindo em Miami e em Miami Beach preste atenção, pois mesmo com o sinal vermelho, na maioria das vezes você poderá virar a direita. Caso não seja permitido em determinado cruzamento, terá uma placa NO TURN ON RIGHT. Se não tiver essa placa e o sinal estiver vermelho, pode entrar, senão vão buzinar atrás de você! Ou isso será para a esquerda? Ih… Tô na dúvida! rs

Para dirigir basta a carteira brasileira sempre acompanhada do passaporte, mas tirar a carteira de habilitação internacional é tranquilo. Pague a taxa e apresente sua habilitação no Detran.

Idade para beber é 21 anos e evitem beber andando pelas ruas, com garrafa na mão ou dentro do carro. Isso pode dar multa. Para beber e melhor que seja no hotel ou em bares e restaurantes.

Estacionamentoem South Beach é um problema. Na rua você tem que rodar até achar a vaga com parquímetros – US$1,50 a hora(e algumas vagas de rua são exclusivas para moradores identificados com cartão, por isso nem pagando…então preste atenção se é permitido estacionar naquele lugar!). Se parar errado seu carro pode ser multado ou guinchado, há guinchos particulares autorizados a rodar a cidade retirando os veículos não autorizados a estacionar. Se o hotel não tiver estacionamento, pague um estacionamento particular que é bem mais tranqüilo.

LUGARES

Downtown Miami já não tem nada demais, mas tem o shopping Bay Side que é bem bonitinho embora não tenha muitas lojas. Mas a parada é obrigatória, almoce no Bubba Gump, restaurante do filme Forrest Gump, afinal você é TURISTA! hehehe

Key Biscayne é um ilha maravilhosa e muito chique, ligada por pontes a Miami, lá antigamente ficava o Zoológico onde hoje é um parque. O Ritz Carlton tem um hotel lindíssimo lá, vá conhecer. Também abriga o Miami Seaquarium, várias Marinas e Condomínios. O Restaurante Rusty tem  a melhor vista da Bahia de Biscayne.

Coconut Grove ainda é bacana. O Coco Walk com várias lojas, GAP, Banana Rpublic, etc. O Mayfair que é um shopping também é interessante. A Marina de Coconut Grove é linda, vá até o Monty´s comer um camarão, ou ao Hooters ver as garçonetes de shortinho. No Foodruckers tem hambúrgueres fabulosos. Acho que la tem um restaurante chamado Cheese Cake Factory, bem típico americano e que eu AMO!!! As carnes são maravilhosas! Se não tiver la, tem no Aventura Mall que vou falar mais tarde.

MIAMI BEACH

Image

Na rua da praia (Ocean Drive) acontece tudo! Tem vários restaurantes e bares legais. Na rua paralela a praia (Collins Ave.) tem varias lojas legais e a próxima paralela e uma das principais, a Washington Ave. Ali tem comercio de todo tipo, restaurantes, nightclubs, a loja de tatuagem do Miami ink (não sei se vocês assitem)… Vale a pena andar a PÉ por toda essa região. Eu disse a pé, deixa a preguiça de lado e ande, ande muito, pois a cidade é uma maravilha para isso!

A Ocean Drive estende-se entre a 5th e a 15th: são muitos barzinhos, restaurantes… Na parte mais ao sul de South Beach, entre a 1th e a 5th, as ruas são bem residenciais, um ambiente tranqüilo, uma distância à pé da Ocean Drive e do comércio sofisticado que fica no início da Collins Ave. Nessa área também ficam alguns restaurantes caros e tradicionais – Joe’s Stone Crab, Devito etc. Bem na pontinha sul, unindo a praia e a marina, de frente para a Fischer Island está um lugar que adorei: o South Park – vale muito a caminhada e o visual do mar, das ilhas, do skyline de Miami “continente” que fica do outro lado…

Se pegarem um dia de mormaço ou sol, vale passar a manha na praia. O Clima e muito legal. O ponto perto da rua 12 e o ponto famoso por reunir muitos gays. Miami beach tem muuuuuuuuuuuuuuuuita gente bonita, sarada e bronzeada o ano inteiro… Se não tiver sol, vale caminhar no calçadão ou alugar patins, bicicletas e essas coisas estranhas aí da foto para andar! Vocês vão adorar!

Image

Ali na praia também fica o Distrito Art Deco. Nada mais é do que no centro da Ocean Drive (rua da praia). Museu a céu aberto, as construções do começo dos anos de 1900 influenciaram o mundo inteiro. Passeie e aprecie as construções que estão em ótimo estado de conservação, todas coloridas e que dão a South beach um charme e um clima todo especial.

Lincoln Road. Uma rua sem carros e com varias lojas e restaurants legais. Se estiveremem South Beach num domingo, passear por la e tomar um Brunch e o programa perfeito! Este é um dos points de Miami. Você poderá encontrar artistas famosos andando por lá. Além de ótimos restaurantes e lojas de última moda. La tem o atelier do Romero Brito que e legal de conhecer! Lincon Road, é parada obrigatória dia ou noite. Não deixe de ir!

Não percam o Wynwood Walls, bairro que agora esta super na moda em Miami. Era um bairro industrial e agora todos os seus muros servem como tela para artistas plásticos. Foi o bairro que passou no programa Estrlas na Angélica há pouco tempo. E muito legal de conhecer e vai dar umas fotos fantásticas na frente dos painéis gigantes!!!

BAIRRO DE WYNWOODwww.wynwood.com
É um bairro ao noroeste de Miami, que foi até recentemente um conjunto de armazéns e casas modestas. É um bairro emergente e que faz contra ponto aos arranha céus do centro de Miami. Para conhecê-lo, você tem que andar por lá, e um bom ponto de partida é a interseção da Northwest 2nd Avenue and Northwest 25th Street, onde se encontra uma série de murais vibrantes, conhecidos como WYNWOOD WALLSwww.deitch.com/projects/sub.php?projId=295.

Uma opção em Miami Beach para quem quer conhecer a região rapidamente e fazer um city-tour, desses de agências locais, que levam para uma panorâmica de Miami passando por Downtown, Coconut Groove, Coral Gables, Little Havana. Vale também um o passeio de barco pela Biscayne Bay, passando pela casa de milionários e artistas famosos. Da para contratar direto no hotel. O passeio duplo: city tour e passeio de barco custa em média 55 dolares. O passeio de barco é vendido direto no Bayside Market é só ir até lá e escolher um dos barcos, 25 dolares.

O American Airlines Arena é linda! A temporada da NBA começa em novembro. Uma experiência legal é ver o Miami Heat – o time da cidade jogar.

Todas as vezes que fui a Miami tinha um Cirque Du Solei intinerante. Vale sempre a pena!

Não deixem de comer na Pizza Rústica que fica na Washington Ave. e na Lincon Rd!!!! O lugar é simples, mas a pizza mais famosa e super tradicional.

COMPRAS

Vamos começar a falar de COMPRAS!

Sawgrass Mills.

12801 West Sunrise Blvd
Sunrise, FL 33323
(954) 846-2300 (954) 846-2300

Se puder dar um conselho, as primeiras compras devem ser feitas nesse shopping e dia de semana. Final de semana e lotado e la tem tudo de bom! Todas as lojas de marca e por ser outlet e bem amis barato. O que não achar la, procurem nos vários shoppings que vou falar a seguir. Este é o shopping outlet no estilo do de NY que e parada OBRIGATORIA! O shopping é gigante. Então, vale dar uma olhada antes no mapa para ver as lojas que estão la e que vocês querem visitar. Senão corre o risco de passarem um dia inteiro no shopping sem ver uma loja que vocês adorariam. Lá Tem tuuuuudo de bom e o clima e bem legal. Você vai ficar lá um dia inteiro literalmente. Fica perto de Fort Lauderdale e leva uns 40 minutos dirigindo de Miami, mas e fácil chegar. Depois que pegar a Sunrise Blvd e so seguir reto e quando virem um jacaré verde, e a entrada para o estacionamento do shopping. Guardem bem onde estacionaram, pois e tudo meio parecido. Tem uma loja de eletrônico, a BRANDSMART, que e grande e que parece bem bagunçada, mas os preços são ótimos e a bagunça e proposital. Os atendentes são ótimos e entendem português na sua maioria.  Não deixem de entrar no site e imprimir o mapa do shopping. Vai ajudar muito! Almocem no RainForest se quiserem um lugar temático e com a comida americana, mas bem legal.  www.sawgrassmillsmall.com

Em Miami, começando pelo Shopping mais ao Sul de Miami, o The Falls é o mais bonito, falando da Arquitetura. Você anda por uma alameda ao lado de cachoeiras e fontes. O barulho da água constante da uma sensação legal. Ann Taylor, Bebe, Chico´s, Abercrombie, Banana, Gap, Bloomingdale´s, Macy´s, Pottery Barn e uma das poucas lojas da Apple. Imprescindível a visita.

Dadeland Mall. Fica a 20 minutos do centro de Miami indo para o Sul na US1. É um dos Shoppings mais antigos de Miami mas acompanhou a evolução da cidade. É moderno e tem de tudo. Brookstone, Sharper Image, Burdines, Bebe, Guess, Oakley, Gap, Limited, Saks, Macy´s, Nordstrom, JCPenney, Victoria´s Secret, Banana Republic, Abercrombie, etc. Para comer pode ser o Johnny Rockets ou o cheese Cake Factory.

Aventura Mall. Ao norte de Miami é um Shopping enorme, cinema, restaurantes e muuuuitas lojas. Bloomingdale´s, Sears, Macy´s, Nordstrom, JCPenney, Gap, Banana, Abercrombie, etc e etc. http://aventuramall.com/

Se quiserem conhecer outro Shopping de ponta de estoque e mais perto de Miami vao o Dolphin Mall, mas na minha opinião o Sawgrass e infinitamente melhor. Este Fica atrás do aeroporto internacional de Miami. Você vai encontrar ótimas pechinchas, prepare uma tarde para ir. http://www.shopdolphinmall.com/

Ahhhhh! Bal Harbour. Shoppinh chiquerriiiiiiiiiiiiiiiiiimo! Você já repara no estacionamento que esta chegando num lugar com gente rica pelos carros que estão estacionados.  Uma coleção de lojas de grife com gente bonita num ambiente Tropical. Cartier, Chanel, Dolce&Gabana, Dior, Armani, Escada, Fendi, Hermes, Jimmy Choo, Louis Vuitton, Neiman Marcus, Oscar de la Renta, Prada, Gucci, Ralph Lauren, Roberto Cavalli, Saks, Salvatore Ferragamo, Tyffany´s, Versace, Valentino, Yves Saint Laurent, Zegna, etc. Deu para imaginar o calibre deste Shopping? Vá almoçar no restaurante Carpaccio. http://www.balharbourshops.com/

Eletrônicos. Alem do Brandsmart que tem preço ótimo, apesar da loja parecer baguncada (que tem no sawgrass e em outros endereços), opte sempre pela Best Buy ou o Circuit City, pela variedade, garantia dos produtos e preço. Existem alguns em Miami, aproveite a ida para o Dadeland e visite as 2 lojas. Ficam quase que vizinhas, um pouco antes à direita, mesma mão. A loja Target fica no mesmo prédio da Best Buy.

Ah! Para as meninas comprarem bugingangas, vale uma visita ao Target e ao Wallmart.

PASSEIOS FORA DE MIAMI

Bom, agora, caso tenham tempo, perto de Miami tem muita coisa legal pra ver… Viagens de um dia a partir de Miami.

A primeira é Palm Beach, que é o maior condado ao Sul do Rio Mississipi. Localizado ao longo da costa sudeste da Flórida, o centro do condado se situa aproximadamente a 96 kmao norte de Miami. O Condado de Palm Beach possui uma superfície de 6702.8 km², uma área maior que os estados de Rhode Island e Delaware, e inclui 37 municípios e outras áreas incorporadas. O Oceano Atlântico banha a costa este do Condado, que tem 75 quilômetrosde norte a sul. Seu ponto mais largo tem uma extensão de 85 kmde este a oeste. A parte nordeste do Condado de Palm Beach inclui o grande lago Okeechobee, o segundo maior lago de água doce dos Estados Unidos. A paisagem é subtropical, com frondosa vegetação de palmeiras, altos pinhos e uma grande variedade de flores tropicais que florescem durante o ano todo. Com uma ampla variedade em atrações todos os membros da família terão algo para fazer em cada momento de sua estadia no condado. Atrações ao ar livre como o Palm Beach Zoo em Dreher Parke o Lion Country Safari proporcionam encontros cercados com leões, girafas, macacos e répteis nativos. Outras atrações incluem o autódromo Moroso Motorsports Park, Hoffman’s uma fábrica de chocolates, Chocolate Shoppe & Gardens e os tours pelos Loxahatchee Everglades. De originais e modernas lojas do Distrito de Clematis Street a famosas e elegantes boutiques de Worth Avenue, variados antiquários e centros urbanos de estilo Europeu de CityPlace e Mizner Park, o Condado de Palm Beach exibe seus centros de compras de fama internacional. Um clima excelente faz do Condado de Palm Beach o lugar ideal para desfrutar dos esportes e das atividades recreativas ao ar livre. Registrado como a Capital do Golfe da Flórida®, O Condado de Palm Beach possui mais de 160 campos de golfe públicos e privados e mais de 1.100 quadras de tênis públicas e privadas. Os times St. Louis Cardinals e os Florida Marlins realizam seu treinamento de primavera em Júpiter no Roger Dean Stadium, onde o Jupiter Hammerheads é o time local da liga da Flórida. Considere ficar em Palm Beachpor 1 ou 2 noites. Palm Beach oferece mais de 16.000 habitações de hotel. Luxuosos resorts, acessíveis pousadas e Bed & Breakasts criam uma ampla e variada lista na qual se pode escolher o alojamento apropriado junto a mais de 2300 restaurantes que oferecem opções elegantes ou informais para jantar. Visite www.palmbeachfl.com .

Florida Keys. Homestead, Key Largo, Plantation, Islamorada, Layton, Marathon, Big Pine Key e Key West. Imagine muitas pontes Rio-Niterói ligando uma infinidade de pedaços de terra com água azul turquesa por todos os lados. Qualquer uma das ilhas tem bons restaurantes e atrações super interessantes. Homestead sedia uma etapa da NASCAR em Novembro todos os anos. Key Largo tem um Santuário Marinho com ótimos mergulhos e pesca de alto mar. Islamorada e Marathon tem florestas Tropicais e ótima para mergulho e pesca também. Bons restaurantes são encontrados em Islamorada. Key West, terra de Ernest Hemingway, é uma charmosa ilha com um pôr do sul encantador. Visite http://www.fla-keys.com/ . Se puder se hospedeem Key West por 1 ou 2 noites. Ah! E estando por lá não deixem de experimentar a Keylime Pie, a torta de limão mega famosa e tradicional do lugar!!

Naples e Marco Island. Naples é conhecida como a Jóia do Golfo do México, também por sua gastronomia, boas compras e ótimos campos de Golfe. A estrada atravessa todo o pântano do Everglades onde se pode parar para um passeio de Air Boat. Visite o Ritz Carlton de Naples. Marco Island é um pedaço de terra que avança para o mar com ótimos Hotéis, praias de conchas e serve para realmente descansar.

O mar é a essência de Miami e que define bem o astral do lugar . Para aproveitar ao máximo alugue um barco no Club Nautico (305/673-2502; www.clubnauticousa.com) na Miami Beach Marina. Barcos com ou sem marinheiros estão disponíveis, e você não precisa de licença para pilotar. Faça um picnic na Epicure Gourmet Market (1656 Alton Road; 305/672-1861; www.epicure-market.com), depois explore os canais de Miami, com casas maravilhosas, e passeie pelas ilhas de Biscayne Bay.

NOITE

Bom, vou sugerir coisas que conheci e que li a respeito, mas e bom se informar no hotel se continuam bombando, pois tem um tempinho que não tenho noticias frescas de South Beach.

Tem um bar e restaurante cahamado BED na Washington Ave, se não me engano, que talvez as meninas possam entrar pq começa funcionando como restaurante e depois a musica aumenta. Vale muito a pena. Ele tem varias camas onde você se senta e come ali mesmo. A comida e fantástica e ele e super badalado.

Fox´s Sherron Inn está rodeada de pinturas inclusive de um Avião a jato decolando. É freqüentada por todo o tuipo de gente, de executivos a estudantes da Miami University. Evite os finais de semana por causa da lotação com estudantes.

Circa 28. Um dos melhores clubes de Miami, Circa 28 fica no coração de Wynwood e cheio de gente transada, especialmente aos sábados, quando 2 DJ’s ficam no andar de cima e 1 no andar de baixo. A música está em alta nesta casa. Os frequentadores são jovens e nada hostis. Aos sábados, para garantir a melhor atmosfera acompanhe o DJ Ray Milian.

Love Hate. Fundado por Ami James e Chris Nunez do reality show de tattoos Miami Ink – este bar tem uma vibração realcionada com o seriado. O bancos do bar foram feitos como antigos assentos dos carros Mustang e Pontiac GTO, as paredes são pintadas com a arte das Tattoos. Prepare-se para encontrar celebridades frequentando o lugar. Os melhores dias são sextas e sábados que o Rock, hip-hop e bodies embalam as noites.

The Raleigh House. Nos anos 80 South Beach começou aqui, num lounge mobiliário tropical e uma parede cheia de gravuras dos anos 50. Qualquer pessoa desde Keanu Reeves até Calvin Klein podem entrar a qualquer momento, o legal é que nunca você vai sentir que uma celebridade entrou no local. www.theraleighhotel.com – 305/534-6300.

RESTAURANTES

 Todos os restaurantes abaixo, na sua categoria, são muito bem indicados. Conheço vários e lembro de alguns…. Ásia de Cuba, o mesmo que tem em Buenos Aires. Casa Tua. Prime 112 (faca reserva!). De Vito, do ator Denni De Vito. Joes Stone Crab, para os caranguejos. Nikki Beach (Fantástico!!!) Nobu, japonês que vale a pena. Fica no Shore Club Hotel! Badaladíssimo e não esta na seleção abaixo!

       Anthony´s  Coal  Fired  Pizza

 Eleita a melhor pizza de 2010, para aqueles que não conseguem viver sem as “redondas”… pizza no capricho e o segredo é seu forno de 800º! Veja aqui o menu. Fecha às 22 hs. (17901 Biscayne Blvd. Aventura. Tel. 305 830-2625)

      Asia  de  Cuba   

O Asia de Cuba é bem clean, sofisticado todo em branco, com menu fusion de sabores asiáticos e latinos. Outra idéia é ir num domingão de folga das compras, para um gostoso brunch à beira da piscina, bem badalado, bem South Beach, onde tudo é possível, até topar com celebridades.. Vista da rua no Google Maps (No Hotel Mondrian: 1100 West Avenue, South Beach, tel. 305 514 1940) Site Oficial

       Azul  

  Cozinha mediterrânea com toques asiáticos é considerado o melhor restaurante de Miami com uma bela vista para Biscayne Bay, e ótima carta de vinhos com mais de 700 rótulos premiados! (500 Brickell Key Drive  Miami, no Hotel Mandarin Florida33131  Tel: (305) 913 8383) Site Oficial

       Blue  Door

 Restaurante no famoso hotel Delano do super elogiado chef brasileiro Claude Troisgros, é bem bacana com sua cozinha criativa e deliciosa! Veja o menu clássico  e o menu de novidades.(1685 Collins Avenue, Miami Beach, Tel. 305 674 6400) Site Oficial

       Burger & Beer Joint

  Hamburguers divinos com toque gourmet, tem até o Mother Burger e perfeito para cervejeiros, com 100 marcas selecionadas de cervejas! (Lite, Coors, Purple Haze, Pabst Blue Ribbon…)  Legal também para assistir à um jogo pela TV. Dom. à 5ª feira das 11:30 até à 1 da madrugada, e sab. e dom. até às 2hs. (1766 Bay Rd, Miami Beach. Tel. 305 62-3287)  Site Oficial

       Cafe  Prima  Pasta

Restaurante italiano delicioso! (414 71 StStreet, Miami Beach – 305 -867 0106) Site Oficial

      Casa  Tua  Restaurant  

 Cozinha mediterrânea em um terraço charmoso e romântico! (No Hotel Casa Tua1700 James Avenue , tel. (305) 673-0973). O restaurante nao tem Placa na porta para parecer mesmo uma casa!

      Fratelli Lyon Driade    

Para apaixonados pela Itália, para matar as saudades ou descobrir temperos da Sicília, ou do Piemonte, este restaurante bacana também tem a loja Driade com o top em design de acessórios para cozinha gourmet, o que é difícil resistir! Vista da rua no Google maps ( Design District 4141 Northeast 2nd Avenue, Miami. Tel. 305 572-2901)

     Joe´s  Stone  Crab   

 Joe’s Stone Crab é super conhecido desde 1913 pelo preparos de pratos à base de caranguejo…patinhas, crab cake, king crabs…para todo gosto! Com shows de jazz às 6ªs e sáb. das 20 às 23hs. (11 Washington Avenue. Tel: (800)-780-CRAB (2722)  Site Oficial

     La Sandwicherie   

 Sandwiches com gostinho francês! Ingredientes frescos no croissant ou na baguete crocante! Veja aqui o menu. (229 14th Street, entre Collins Ave. e Washington Ave., Miami Beach.) Site Oficial

           Maison   D´Azur        

 Inspirado nos sabores mediterrâneos da Côte D´Azur, deliciosos frutos do mar para lembrar de St. Tropez! Uma delícia também para o brunch aos domingos, das 11 às 16hs. Vista da rua no Google maps (956, Washington Avenue, Miami Beach no Astor Hotel. Tel. (305) 403-1062‎)

            Mai  Tardi          

Dos mesmos donos do Tiramesu o Mai Tardié outro sucesso, aberto das 1:30 às 23 hs e fim-de-semana até 24hs. Pizzas de trigo integral, Saladinhas, wraps, sandwiches, massas, até pizzas de trigo integral… ( 163 NE 39th Street. Tel. 305 572-1400) Site Oficial

      Metro Organic Bistro    

 É das poucas opções em Miami de restaurante orgânico, com ingredientes selecionados, verduras fresquinhas. Cozinha moderna e criativa, num ambiente moderno, bem bacana. Veja aqui o menu. De 2ª à dom. das 11:30 às 22:30hs. Mapa. (7010 Biscayne Blvd.  esquina com NE 70th Street, no MIMO, Miami Modern Architeture. Tel. 305 751-8756).

       Michael´s Genuine    

Cozinha contemporânea americana sob comando do premiado chef Michael Schwartz, com ingredientes sazonais fresquinhos e orgânicos, para curtir slow-food num ambiente gostoso ao som de jazz e apenas 90 lugares. Delícia para almoçar, jantar ou para um brunch no domingão. 130 N.E. 40th Street (Miami Design District, 130 N.E. 40th St) Site Oficial

       Michy´s    

 Da mesma chef Michelle Bernstein do Sra. Martinez, é um bistrô moderno e aberto apenas para o jantar. Super caprichado, utilizando ingredientes da estação de plantações próximas, e deliciosas sobremesas como o Baked Alaska, que é um bolo de pistache, sorvete de doce-de-leite, merengue…hum!  (6927, Biscayne Blvd. tel. 305 759-2001) Veja aula de cozinha com Michelle Bernstein  Site Oficial

       Pizza  Rustica    

         Desde 2001 servem pizzas gourmet,  premiadas, crocantes, incríveis!! Só que aqui as “redondas” são retangulares… Veja aqui o menu. Não perca as de sobremesa com Nutella… O bom é que fecha tarde, de 2ª à 5ª às 3hs e finais-de-semana às 6hs. Vários endereços, tem até em Paris! (1447 Washington Ave. Tel. 305 535-8882) Site Oficial

      Prima  Pasta   

Belas pastas para quem ama a deliciosa culinária italiana! Veja aqui o menu. (414, 71st Street, Miami Beach)  Site Oficial

      Prime One Twelve   

Grelhados, ótimas carnes saladas fresquinhas, num ambiente chic, mega badalado e gente bonita! Não esqueça de reservar… (112 Ocean Drive, Miami Beach. Tel.(305) 532-8112) Site Oficial

      Porcão  

  Loucos por churrascaria…sim é o mesmo Porcão famoso do Rio de Janeiro! Mesmo jeitão brasileiro; buffet de saladas, rodízio de carnes e simpático atendimento. (801 Brickell Bay Dr. Tel: (305) 373-2777)

       Shake Shack   

Para a felicidade dos fãs do Shake Shack ( já foi eleito o melhor hamburguer de NY), a filial de Miami é novinha, aberta em Julho/2010. Veja aqui o menu. (1111 Lincoln Road, South Beach) Site Oficial

      Sra. Martinez    

 Animado e gostoso, uma boa dica no Miami Design District, com cozinha moderna e criativa da chef Michelle Bernstein. Tapas espanholas, grelhados, etc.Almoço também com menu a preço fixo: $22 c/ 2 pratos e sobremesa. Mapa (4000 NE 2nd Ave., tel. 305 573-5474)

      Sugarcane Raw Bar Grill    

Restaurante com grelhados e sushis com referências do Brasil, Perú, Itália, Japão e EUA, Ásia, cria uma cozinha fusion, com menu variado e mix de tapas legal para happy hour! (3250 NE 1st Ave. Tel. 786 369-0353) Site Oficial

      Tiramesu    

Desde 1988 um italiano charmosinho, que não tem erro! Animado, com mesas ao ar livre e com preços legais. Pastas frescas deliciosas, peixes e risotos…humm não perca o de peras e gorgonzola! Veja como chegar (721 Lincoln Road. Tel.305 532 4538) Site Oficial

       Tobacco  Road     

 Desde 1912, um lugar animado com ótimos hamburguers! Com musica country …(626 South  Miami Ave- Tel: 305.374.1198)  Site Oficial

           T E M Á T I C O S:        

Hard Rock Café-

Mega famoso no mundo todo, a meninada adora! Sempre vale uma espiada para ver a decoração, que na entrada já é possível sentir o clima com seu famoso carro em cima da porta! Dezenas de guitarras, roupas e relíquias de grandes nomes do rock estão aqui espalhados. O som é super alto e o hamburguer ainda é uma delícia! Os teens achavam obrigatório comprar uma camiseta com o famoso logotipo. Para as crianças menores é um programa  divertido para o almoço! (Bayside Marketplace – 401 Biscayne Blvd) Site Oficial

Planet Hollywood -

  Todo mundo já ouviu falar, e finalmente você entra e entende porque todos adoram o famoso restaurante. A decoração é a maior coleção de roupas e peças relativas ao cinema de Hollywood, claro! Olhe para o teto, que bárbaro, tem até o fusca (“Se Meu Fusca Falasse”), bonecos do “Exterminador do Futuro”, Batman, Titanic, etc. Vale a pena conhecer! A comida já foi melhor… assistindo a muitos vídeos e milhões de cenas de filmes. Não se assuste com as filas , porque lá dentro é enorme e você se arrependerá se não for! (2911 Grand Ave- Coconut Grove)

5 restaurantes flutuantes pelo mundo

Padrão

Das águas geladas da Suécia ao visual paradisíaco de uma ilha na Indonésia: listamos cinco estabelecimentos erguidos sobre a água.

Fonte: Casa e Jardim Online

A hora de comer pode se transformar em aventura, se você optar por um destes restaurantes espalhados por vários pontos turísticos pelo mundo. Neles, os pratos são saboreados no mar. Erguidas sobre a água, as construções variam de tamanho, estilo e tipo de gastronomia. Vai visitar uma destas regiões da Holanda, daAlemanha, da Suécia, dos Emirados Árabes ou da Indonésia? Os cinco restaurantes que listamos nas fotos abaixo podem fazer parte do seu roteiro. Confira a seleção:

 Image

SEA PALACE – HOLANDA
Durante o dia, o prédio com estilo oriental já se destaca, mas é à noite, com a fachada toda iluminada, que oSea Palace ganha todas as atenções, no centro de Amsterdã. Primeiro restaurante flutuante da Europa, oferece pratos da culinária chinesa.

 Image

BBQ DONUT – ALEMANHA
Estas mesas flutuantes redondas lembram o formato de uma rosquinha. Com lugar para até dez pessoas, elas podem ser alugadas para fazer um churrasco sobre a água. No centro de cada um dos “barquinhos”, há uma grelha movida a gás. Eles também são equipados com um sistema de som.

 Image

RUSTAR DHOW – EMIRADOS ÁRABES
“O maior”, “o mais caro”, “o mais alto”. Dubai coleciona recordes desse tipo e aqui não poderia ser diferente. ORustar Dhow é o maior restaurante flutuante que se move pelo mar, em vez de estar fixo no lugar. Pode levar até 400 passageiros de uma só vez.

 Image

NUSA PENIDA – INDONÉSIA
Enquanto aproveitam a paisagem, os clientes deste restaurante podem apreciar o azul límpido das águas que cercam a ilha de Nusa Penida, na Indonésia. Para chegar até lá, só mesmo de barco. A construção tem até um divertido tobogã para escorregar direto para a água. Mas se for brincar, prefira fazer isso antes de comer.

 Image

SALT & SILL – SUÉCIA
Com arquitetura minimalista, o Salt & Sill fica próximo à ilha de Klädesholmen, na Suécia. Gelada e agitada, a água forma ondas que se chocam contra as paredes, pintadas de preto. Os ingredientes – na maioria das vezes, peixes – são frescos e vêm direto do mar. No mesmo prédio, funciona um pequeno hotel, com 23 suítes.

Panamá – Uma incrível surpresa!!

Padrão

Image

Não dá para começar a falar do Panamá sem mencionar um pouquinho sua história, pois sabe-se muito pouco sobre esse país (pelo menos eu sabia quase nada até desembarcar na sua capital: Cidade do Panamá).

Istmo é uma porção de terra estreita, cercada por água em dois lados e que une duas grandes extensões de terra. O Panamá é um país que se situa num istmo que liga o Mar das Caraíbas ao Oceano Pacífico. Por estar localizado em um ponto estratégico, tornou-se um dos países mais importantes do mundo.

Em 1501, o navegador espanhol Rodrigo de Bastidas chegou às terras dos povos chibchas, ponto mais estreito da América Central. Em 1502, foi a vez do navegador genovês, Cristóvão Colombo, explorar esse pedaço de terra, e colher informações, passadas ao navegador espanhol Vasco Nuñez de Balboa. Habitantes dessas terras, os índios cunas, guaymís e chocós, que não eram agregados aos espanhóis, foram assassinados. Em 1513, teve início o povoamento do Panamá.

Em 1821, Simón Bolívar, líder revolucionário responsável pela independência da Venezuela, Equador, Colômbia, Peru e Bolívia, chegou ao Panamá, e, através da força, declarou sua independência espanhola e união à Colômbia. Em 1903, após tentativas de separação da Colômbia, os Estados Unidos interferiram no processo de independência do Panamá, e obtiveram êxito. Além da intromissão, compraram do país a concessão para retomar os trabalhos no canal.

Em 1955, o presidente José Remón, que tentava renegociar o tratado entre Panamá e Estados Unidos (referente ao Comando Sul das Forças Armadas Americanas, instalado no Panamá durante a Segunda Guerra) foi assassinado. Assumiu Arnulfo Arias, mas, em 1968, este foi vítima de um golpe de Estado. Depois, entrou Omar Torrijos, que morreu suspeitamente, em um acidente aéreo, em 1981. Manuel Antônio Noriega, que havia assumido o comando militar em 1983, foi acusado de assassinar oposicionistas e de associação a cartéis colombianos de drogas. Em dezembro de 1989, tropas dos Estados Unidos invadiram o Panamá e prenderam Noriega, condenado a quarenta anos de prisão. Em 1997, as tropas americanas se mudaram para a Flórida, deixando o Panamá, que recebeu de volta seu canal, dois anos mais tarde.

FONTE: http://www.brasilescola.com/historia-da-america/historia-panama.htm

Como fui parar no Panamá

Acho que eu pesquiso muito sobre diversos destinos no mundo sem ter a mínima pretensão de visitá-los a curto prazo porque quero estar pronta caso a viagem surja de repente. Foi assim para Turquia, para a China, para a primeira vez na Argentina… e não poderia ser diferente com a minha visita ao Panamá.

Ainda estava em São Paulo, numa viagem de volta de Punta Del Este quando meu telefone toca com uma proposta indecente: Juliana, minha amiga que vive na capital panamenha há dois anos e estava passando férias no Brasil, me ligou chamando para embarcar com ela e ajudar a levar seus pimpolhos Daniel e Nina de volta pra casa, pois seria uma aventura sem fim levar os dois sozinha. Detalhe: Embarcaríamos em 4 dias e ela iria emitir minha passagem com milha.

Image

Viagem, com amiga, crianças e de graça? Quem me conhece sabe: FUI!

Essa primeira visita foi em agosto de 2011. Passei uma semana na Cidade do Panamá e foi amor a primeira vista. Voltei agora em janeiro de 2012 para passar mais uma semana e acabei ficando 16 dias!

Com duas visitas ao país, tenho algumas coisas para contar: a começar por dizer que o Panamá é muito mais que seu famoso Canal.

Ah! E esse ano o New York Times publicou que o Panamá é o destino de 2012. Sou feia, mas to na moda!! rs

Quando postei a primeira vez no Facebook que estava indo para o Panamá minha amiga Daniela Moraes perguntou: O que você vai fazer lá???????? Eis a resposta:

IMPRESSÕES PANAMENHAS

O Panamá passa por um período de reconstrução e crescimento. Onde quer que você vá tem obras enormes e grande parte delas é responsabilidade da brasileira Odebrecht, o que explica tantas famílias brasileiras vivendo no país.

De fato, se você leu a primeira parte do post, a grande importância desse país está relacionada a sua localização e ao Canal, construção sem igual no mundo! Mas há muito mais para ver e fazer do que apenas visitar o Canal.

Como todas as grandes cidades das Américas Central e do Sul, a Cidade do Panamá tem seus contrastes sociais. Regiões pobres e sujas e regiões modernas, limpas e lindas! Como passei bem pouco pelos lugares mais humildes, a primeira impressão que tive foi: “Meu Deus, isso é uma filial dos EUA!”. E é! Historicamente entende-se a razão.

O mar e a baía na Cidade do Panamá são sujos, o que não tira a beleza da cidade, mas faz com que você tenha que dirigir uma hora pra conseguir tomar banho numa praia legal. Mas uma das obras da Odebrecht é o saneamento e a despoluição dessas áreas.

Curiosidade:

No panamá é sempre calor, escolha apenas se você quer ir numa época de muuuuuuito calor ou apenas calor. Em agosto era um calor sinistro e sol todo santo dia. De outubro a Dezembro é época de chuva. Janeiro começa o inverno, mas não se engane, continua calor. Mas um calor mais agradável, dias bonitos e as vezes nublados. Consegui pegar sol e ir a praia numa boa.

O Panamá tem coisas que você só verá por lá. Num cruzamento do bairro de El Dorado, um cara vende pizza no sinal. E não é que a pizza é boa? rs

Os diablos rojos são um show a parte. Pra que comprar ônibus novos se você pode reformá-los? Foi isso que eles fizeram. Os ônibus velhos e caindo aos pedaços são pintados da forma mais escandalosa possível, vivem lotados e sem ar condicionado!

Image

Ah! A cerveja panamenha é boa. Provei a Atlas, Balboa e Panama

Image

O que conhecer no Panamá.

Panamá City tem aqueles ônibus vermelhos Hop On Hop Off que ajuda qualquer turista com pouco tempo.

* Vale a pena visitar:

O canal – (eu não fui. Tenho pavor a me sentir obrigada a visitar um lugar e me senti um pouco assim em relação ao canal. Não fui de pirraça e porque a Ju já conhece. Li sobre, vi fotos e não fiquei muito curiosa. Como voltarei mais vezes ao país, vou depois… Rs)

Casco Viejo -  Parte antiga e histórica. Vale percorrer o bairrozinho a pé. De carro é um inferno com ruas apertadas e obras intermináveis. Nas duas vezes que fomos sair de lá foi mais difícil que sair de um labirinto, mesmo com GPS.

ImageImage

Causeway – Uma estradinha com água dos dois lados e sem saída. Local onde reúne restaurantes, bares, marinas, lojas de pescaria e no final um Freeshop que comentarei em COMPRAS.

Cinta Costeira -  O Aterro do Flamengo de Panamá City. Lugar legal se você tem tempo e gosta de uma caminhada…

Punta Pacifica – Bairro novo com prédios maneiros e com o Trump Tower Hotel. Você pode se hospedar ou tomar um café da manhã por lá. O visual é legal…

Image

Cassinos -  A cidade é cheia de cassinos. Se joga!

Nos arredores:

Isla Grande/Bananas/ Isla Mamey – Ilha perto de Colón. Você dirige até Colón. Antes da Zona Franca, você vai passar por um supermercador REY na beira da estrada. Entre na ruazinha ao lado e siga em frente. Ao passar um igrejinha entre a direita e siga a vida toda. Estradinha chata, cheia de curvas. Nessa estrada você encontra vários lugares com barquinhos para as praias da região.

Fui para uma pousada, que eles chamam de resort, chamada Bananas. Lá eles cobram USD 35,00 para passar o dia com direito a almoço (bem gostosinho) e a usar a estrutura da pousada, como piscina, banheiros, toalhas… É gostoso para passar o dia, mas está longe de ser praia paradisíaca.

A isla Mamey dizem que é linda, mas não tem nada. Você tem que levar seu lanche e bebida. Antigamente tinha umas barraquinha de sapê pra proteger do sol, mas me disseram que elas foram derrubadas. Como boa branquela fiquei com medo e desisti.

San Blás

Image

San Blas é lindo e quase intocado. Lugar dos índios Kuna, você também vai ouvir falar dessa região como Kuna Yala. Tudo lindo e bem rústico, em alguns lugares nem energia elétrica você encontra. San Blas é uma região com mais de 300 ilhotas, a minoria habitada. As mais faladas são as ilhas Agujas e Perro, mas tem várias outras para visitar.

Image

Você pode chegar as ilhas de avião através das empresas Air panamá e Aeroperlas. As bassagens são baratas e em 30 minutos você está lá.

Há opção de se hospedar nas cabanas kunas ou de ficar em hotéis em outras ilhas próximas.

http://www.corallodge.com/index.htm

http://www.yandupisland.com/index.php

http://www.sapibenega.com/rates

Você também pode só passar o dia em San Blas. Existe transporte saindo de Cidade do Panamá bem cedo (as 4:30h) e voltando no final da tarde. Para esse serviço chame o Sr. Rigoberto 6527.3367 – 6719.9889. Ele pode também esquematizar almoço e hospedagem na tribo dos Kunas.

Se quiser ficar mais tranquilo, algumas agências também fazem esse passeio.

No Google você acha várias agencias buscando por pasadía San Blas

Indico a Vida Travel. Fui super bem atendida pela Jasmine Chan 214-3516 //  214-7334

www.vidatravel.com

Isla Contadora

Você pode chegar lá de avião (passagens nas mesmas companhias) e a viagem dura 20 minutos ou pegar um ferry no causeway. Você vai ver uma plaquinha: Ferry a Contadora, mas a passagem é mais cara que a de avião e você precisa comprar com uns 3 dias de antecedência.

Bocas Del Toro

Image

Em Bocas você chega de avião da cidade do panamá pelas mesmas companhias já citadas.

Lugar lindo praia linda, com estrutura turística e com uma cidade bem charmosinha para visitar. Ali você encontra boas opções de hospedagem.

Image

Playa Blanca

Há uma hora e meia dirigindo desde a cidade do panamá você chega a uma praia linda e cheia de resorts.

Ficamos no Decameron Beach Resort  - http://www.decameron.com/eng/panama/royal/overview.html

O resort é cheio de piscinas lindas, com praia privada e sistema all inclusive. Só deixa a desejar na comida, como a maioria deles. O esquema é comer no Snack bar durante o dia (pizza, hamburguer, cachorro quente, nachos, massa e batata frita) e deixar para comer bem no jantar em restaurantes reservados com antecedência. A comida dos restaurantes Buffet são ruins, mas não mata… RS

Image

Antes de chegar ao Decameron tem o Sheraton Bijao. Antigo Breezes, foi comprado recetemente pela rede Sheraton. Sistema all inclusive também e um pouco menor que o Decameron.

COMPRAS:

Já ouvi dizer que por ter uma “zona libre” de comércio que o Panamá era muito barato. Eu discordo!

Acho que todos os vôos da Copa Airlines (que voa direto para lá) passam pelo Panamá.

Ou seja, se sua passagem pelo país é uma escala de um vôo dos Estados Unidos, esquece! Nos EUA você encontra mais variedade e preço.

Mas se você estiver indo visitar o Panamá ou o Caribe as compras super valem a pena! Com certeza os preços são infinitamente melhores que no Brasil!!

Vale a pena ir ao Panamá só para comprar? Acho que não, pois você pagará a mesma coisa em uma passagem para os EUA.

Esse é meu conselho racional. Emocionalmente não funciono assim, volto sempre igual a uma moambeira do Panamá.

IMPORTANTE: A franquia de bagagem pela copa é de 23Kg +9 KG, totalizando32 kgalém da sua bagaem de mão (que ele nunca pesam). Você só terá direito a duas malas de 32kg se estiver viajando de/para os EUA. Dessa vez paguei USD 100,00 por uma mala a mais que estava pesando26 kg.

 

Comprando… MUITO!

“Zona Libre” de Colón: Os preços são bons e você não paga os 7% de imposto. Mas lembre-se de alguns detalhes:

  • A Zona Livre fica a uma hora de carro da Cidade do Panamá. Considere o custo do transporte para ver se vale a pena o deslocamento. Fui no carro da Ju e não sei quanto um taxi cobraria para te levar e te esperar. Mas considere a opção de alugar um carro, pois é bom para esconder tudo que você comprar.
  • Por que esconder???? Você não pode comprar nada na zona livre!! Só comerciantes com autorização podem comprar e até para pisar nas lojas vai ser no “esquema”. Para entrar pagamos USD 20,00 para um guardinha, ele entrou no carro e desceu depois que nós passamos pela guarita de segurança. Os guardas te param e oferecem na cara de pau, fique tranqüilo pois é assim que todo mundo faz. Como você não pode sair com nenhuma mercadoria de lá, ele vai te oferecer também ajuda para sair com coisas grandes, como TV. Mas não sei quanto cobram porque só comprei coisas pequenas e maloquei no carro! :P
  • Depois que você entrou, se joga!!! RS Comprei óculos de sol na loja Riviera baratíssimos. Dior, Giorgio Armani, Prada… Todas as grandes marcas e com modelos fora de linha estavam numa promoção de70 a80%. Essa loja Riviera aliás é uma boa dica. Tem relógios, perfumes, eletrônicos, malas… E você encontra nos shoppings também.
  • Como é proibido comprar em Colon, lojas grandes como a Riviera fazem o esquema de te entregar o produto na loja deles do aeroporto.

Shopping

Multiplaza – O shopping mais bonito e bem freqüentado. Lojas como Diesel, LV, Salvatore Ferragamo, Hermes, Riviera, Swarovsk, Pandora, Prada, Michael Kors, Tommy, Pólo, Guess, Furla, Apple, Zara… No quiosque de informação você apresenta seu passaporte e ganha um cartão que dá de5 a 10% de desconto em determinadas lojas.

Albrook – é o shopping mais barato e gigantesco!!! Separe um dia inteiro para este shopping sem exagero nenhum. Tem lojas internacionais, lojas panamenhas multimarcas (com barganhas incríveis de marcas internacionais) e lojas locais. Vale dar uma olhada no mapa antes e tentar organizar sua visita. No Albrook tem o mesmo cartão de desconto. Ou seja, com 10% de desconto você elimina o imposto que pagaria. Pense bem se vale a pena se deslocar Zona Franca em Colon. Na minha opinião só vale se você for comprar muita coisa ou coisas caras.

Metromall – Shopping na região de El dorado, na frente de Los Pueblos. O Shopping é bom, mas é afastado da área turística. Eu ficaria só no multiplaza (os dois shoppings são do mesmo dono e bem parecidos, mas o Multiplaza é mais “fino”.)

Multicentro – Um shopping vazio. So vale a pena se você quiser conhecer o Hard Rock Panamá.

Los Pueblos

Li sobre essa região em alguns sites de dicas e fui lá conferir. Serei categórica: EU NÃO VOLTO NUNCA MAIS!!!! Lugar feio, sujo, lojas estranhas e pouca diferença de preço. Há quem diga que vale a pena, mas eu tenho limite pra pechinchar! RS

Na cidade do Panamá você não vai encontrar muitas lojas de rua e quando encontrar será de comércio local. Então, eu não perderia tempo em outro lugar.

Lojas de eletrônicos legais: Multimax e Panaphoto

Amador Freeshop: Na Cidade do Panamá tem um lugar bem legal pra conhecer que é o Causeway. Uma estradinha com água dos dois lados e sem saída. Local onde reúne restaurantes, bares, marinas, lojas de pescaria e no final um Freeshop. Os preços não valem tão a pena, mas como o Causeway está no roteiro, deixe para ir após ver os preços no shopping. Você só precisa apresentar seu passaporte. Lá comprei meu chapéu de Panamá e algumas maquiagens.

Exemplo de preço: Ipad 16g wifi e 3G

Multimax: 650,00 + imposto

Apple:  679,00 + imposto

Amador Freeshop: 700,00

Como eu trabalho com eventos, tem uma loja de produtos para festa fantástica chamada GDP. E se na linha humilde da produção de festas tem o Saara do Panamá, chamada Calle B.

Comendo no Panamá

Eu comi bem nas duas vezes em que estive no país.

Patagônia Grill

Deixe de ir a qualquer restaurante, mas não deixe de ir no Patagônia se você ama carne, como eu. Nem na argentina comi uma carne tão gostosa (ou estava com muita fome??). O garçon traz uma bandeja mostrando os cortes da carne. Comemos um deônico, que acho que é o Ribeye acompanhado de papas AL horno (batata assada). Quase ajoelhei no restaurante para comer, mas achei que as pessoas estranhariam…

Tony Roma’s – Multiplaza

Faz o estilo outback com a famosa costelinha.

Benihana – Multiplaza

A melhor de todas as indicações. Você senta de frente para uma chapa com capacidade para receber umas 10 pessoas. No cardápio carne, frango, peixe e frutos do mar. O Chef prepara tudo na sua frente e faz disso um show. Todos os pratos são acompanhados por uma maravilhoso arroz frito que ele também prepara na chapa.

O Benihana fica no shopping numa área que eles chamam de Las Terrazas, com outros restaurantes.

Beirute – Árabe no bairro de Marbella e no Causeway.

Se você curte comida árabe não deixe de provar o Kibbe Naye deste lugar. Peça o pan Pitta (pão árabe vendido a unidade) e o hummus e tahini. As kaftas também são ótimas. Se não gostar de nada disso, a pizza é ótima e o narguile também!

Luna – Marbella

Restaurante bonito e fino, com alta gatronomia. Eu não fui, mas é bem recomendado.

Elephant Grill

Comida asiática, com opções Thai fantásticas.

Saquella Café – Multiplaza e Costa Del Este

Um café bem legal no shopping e com bom cardápio para almoços e sanduíches.

Calle Urugay

Rua do agito. Cheia de bares e boates. Boa para beber, ver gente bonita (coisa rara no Panamá) e dançar. Fica tudo perto, é estacionar (ou descer do taxi) e achar o seu lugar a pé.

IMPORTANTE: Os restaurantes na Cidade do Panamá funcionam geralmente até as 23h. Mais tarde que isso eu ia sempre parar no árabe, o Beirute que vara a noite, ou em bar da Calle Uruguay.

Hospedagem

Como fiquei super bem hospedada na Casa da Ju e do Aluísio (Alu, perdão! Não havia mencionado você até aqui!!!) que são excelentes anfitriões, não sei muito sobre hoteis na cidade, mas fiquei atenta a bons bairros onde se hospedar:

Punta Pacifica: Trump Tower (Inaugurado faz poucoi tempo está com tarifas promocionais)

No shopping Miltiplaza, pertinho de Punta Pacifica, tem um hotel Marriott Courtyard com saída para dentro do shopping. Acho que eu escolheria esse! rs

Avenida Balboa – Fica de frente para Cinta Costeira, no meio do caminho de tudo que tem para conhecer na cidade.

Marbella – Bairro perto de Punta Pacífica, da Ave. Balboa e do Shopping.

Feliz com o pé nas nuvens!

Padrão

Amigos,

Resolvi criar este espaço para dividirmos a minha essência e a minha grande paixão: VIAJAR!
Não é exagero quando digo que as minhas grandes viagens nunca saíram das minhas pesquisas na internet, dos programas de turismo que assisto e de todas as anotações que faço para quando a hora chegar eu já estar com tudo pensado e só precisar de meia dúzia de roupas, um passaporte e um cartão de crédito!
Passo horas pesquisando, vendo fotos, compilando dicas… Se alguém comenta alguma coisa sobre um destino que não conheço, anoto o nome no celular e chegando em casa lá vou eu embarcar em uma grande aventura dentro do meu quarto.
Pode parecer até loucura, mas tenho roteiros e dicas prontas de vários lugares que ainda não tenho a menor previsão de conhecer.
Coleciono guias e revistas de viagem, portanto, fica a dica de um presente baratinho e não usem mais aquela desculpa horrorosa: “Você tem tudo… É tão difícil te dar um presente!” Coisa feia, gente! rs
Vivo fazendo planos para mim e para aqueles que me pedem, pois sabem que meus olhinhos brilham quando o assunto é fazer uma malinha e me mandar! Alias, não me convidem para ir a qualquer lugar por educação e não me mandem ir nem à merda, que eu empacoto tudo e vou! rs
Viagens nacionais ou internacionais, de carro, de onibus ou de avião, com muita grana ou quase sem nenhuma, de albergues a hoteis 5 estrelas… Sei que vocês viajam muito também. Então façam seus relatos de viagem, anotem todas as dicas e me mandem para eu postar aqui! Quero que esse seja um espaço dividido por todos que amam a sensação de liberdade que é colocar o pé na estrada… ou nas nuvens!

Hoje então começo a escrever o primeiro post da viagem mais recente: Panamá. Estou encantada com as possibilidades que este lugar oferece!