Skate no deserto


 

Meu primo Emer foi quem me apresentou o skate pela primeira vez. Esse “brinquedo’ de madeira, poliuretano e alumínio mudou minha vida, despertou meu interesse pelo jornalismo e pela fotografia. Moldou quem eu sou.

Poder andar de skate ao lado dele, do outro lado do mundo, ficará gravado para sempre em minha memória. Para eternizar este momento, nada melhor do que ter um vídeo.

Neste segundo capítulo do “Pé nas Nuvens”, andamos de skate em um lugar coberto e refrigerado, visitamos o Tashkheel (Leia aqui matéria escrita em 2012 para a ESPN). Este museu que une arte, fotografia e skate.

Foi um dia especial. Uma sessão em família, 25 anos após meu primo ter me mostrado o skate pela primeira vez.



Comments

comments